(62) 9 9169-3200
Trabalhar e estudar com qualidade para concurso é possível? - Realiza
em 04 de setembro de 2018

Muita gente perde o ânimo para começar estudar para concurso público porque acredita que é impossível conciliar trabalho com estudo. Outras pessoas até que acreditam que é possível conciliar os dois - entretanto, acham que os estudos de quem trabalha e estuda nunca terá a mesma qualidade de quem tem o dia inteiro para estudar.

Ambos os pensamentos são equivocados.

É claro que ter um trabalho e estudar é algo que, quando observamos de longe, parece difícil de realizar; mas, se a pessoa refletir um pouco, verá que há um instrumento que torna o desafio muito mais fácil e possível. Damos-lhe o nome de PLA-NE-JA-MEN-TO.

Nenhum concurseiro pode abrir mão de um bom planejamento - nem mesmo aqueles que possuem o dia inteiro para se dedicar aos estudos. O diferencial é que, para o trabalhador, o planejamento é ainda mais crucial, pois, sem ele, fica complicado determinar o horário que deverá reservar para os estudos.

Um bom planejamento está baseado em metas. No mundo dos concurseiros, essas metas são definidas pela matéria que deve ser estudada e pelo tempo disponível até a data da sua prova. Portanto, o primeiro passo é fazer uma leitura atenta do conteúdo programático do edital e estabelecer quantas horas deve-se estudar por dia para cobrir todo o conteúdo.

Uma vez estabelecido a quantidade necessária de horas, o trabalhador que estuda deve, então, contar com força de vontade e esforço.

No começo, será difícil. Afinal, um corpo em repouso sente um pouco de dor quando começa a se movimentar. O que define a continuidade do processo é ter tolerância a essas dores e seguir em frente, apesar delas.

A falta de tempo e o cansaço serão, certamente, os vilões mais resistentes, pois eles tendem a nos perseguir até que consigamos a sonhada aprovação.

Para lidar com a falta de tempo, o estudante pode acordar uma hora mais cedo, aproveitar meia hora do seu horário de almoço ou até mesmo estudar dentro do ônibus, quando possível.

Para vencer o cansaço, o concurseiro deve desenvolver resiliência, pois esse é o fator que mais dificulta o aprendizado. Mas, a boa notícia é que, quanta mais enfrentamos e vencemos o cansaço, mais ficamos fortes diante dele.

Também é importante não deixar o cansaço acumular para além de seu limite. Por isso, o planejamento deve incluir, de preferência no final de semana, um momento reservado para um lazer de qualidade (ou seja, um lazer que permita que você recupere as energias).

No que diz respeito à qualidade dos estudos, saiba que o que define a qualidade dos estudos não é tempo que você fica prostrado perante um livro. Qualidade e quantidade são conceitos distintos.

Como professor, perdi a conta de quantos alunos que estudam e trabalham demonstram mais domínio de conteúdo do que aqueles que teriam o dia inteiro para estudar.

É por conta dessas situações que dou valor àquela ideia de que a dificuldade faz as coisas terem um pouco mais de valor.

Estudar com qualidade está relacionado a um estudo feito com concentração, constância e consistência. Se, todos os dias, você faz um estudo com esses três elementos, nem que seja por 1h diárias, acredite, você vai chegar aonde quer. É só uma questão de tempo!

Deixe um Comentário