(62) 9 9169-3200
Qual carreira pública seguir? Descubra cinco áreas de atuação - Realiza
em 10 de abril de 2018
  • artigo

Comete um erro quem decide qual concurso público fazer baseado apenas no salário do cargo.

Como em toda profissão, é preciso entender que o sucesso na carreira, seja ela qual for, depende do interessado conhecer todas as possibilidades existentes – e, dentre elas,  selecionar a que melhor combina com seu perfil pessoal e profissional.

Para facilitar esse processo, vamos fazer uma lista com cinco carreiras públicas possíveis e explicar um pouco sobre cada uma delas.

Com isso, você vai poder comparar seu perfil com as funções de cada cargo e decidir para qual carreira se preparar.

Vamos lá!

1. Carreira policial

A carreira policial é muito buscada por quem gosta de dinamismo e constante atividade.

Dificilmente alguém que quer ingressar na carreira policial se imagina sentado frente a um computador executando trabalho de escritório.

Por outro lado, essa carreira inclui muitas profissões que não estão associadas ao agente policial, comumente visto nas ruas, dentro de viaturas. É o caso das carreiras de delegado, peritos criminais e de escrivães.

Esses são cargos em que o computador e outros instrumentos administrativos são parte do dia-a-dia.

Em relação à escolaridade, muitos cargos exigem diploma de ensino superior. Porém, há vagas para cargos como o da Polícia Civil de Goiás, que aceitam, além do diploma, um certificado de conclusão de ensino superior.

Nesse vídeo, você vai encontrar uma explicação completa sobre a diferença entre diploma e certificado de ensino superior.

Existem, ainda, vagas para cargos de ensino médio. Mas, por causa das especificidades de cada certame, os estudantes precisam acompanhar cada edital para saber quais cargos requisitam apenas diploma de ensino médio.

Quem tem interesse em carreiras policiais pode escolher entre a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e a Polícia Militar. Todos esses órgãos lançam uma vagas periodicamente!

2. Carreira fiscal

Porque possui alguns dos melhores salários do serviço público, essa é uma carreira que atrai muita gente.

Há cargos a nível federal (Receita Federal), estadual (ICMS) e municipal (ISS). Por isso, há uma grande quantidade de oportunidades para quem quer seguir serviço público no setor.

O papel do servidor nesta área inclui examinar a contabilidade de empresas, para saber se estão de acordo com a legislação vigente e orientar o contribuinte a respeito da legislação tributária.

3. Carreira Bancária

Três fatores chamam atenção para as carreiras bancárias.

Primeiro: carga horária reduzida. Em geral, um servidor público de âmbito bancário trabalha em um regime de 30h semanais.

Segundo: benefícios extras acrescidos ao salário. Bancos ofertam valores extras aos servidores que são produtivos, como parte de um programa próprio de Participação em resultados, além de oferecer o décimo quarto salário.

Terceiro: a possibilidade de crescimento na instituição. Instituições bancárias são parecidas com grandes empresas. Elas possuem um plano de carreira muito bem estruturado, o que permite que um escrituário, por exemplo, assuma maiores responsabilidades conforme demonstrar interesse, preparação e competência para isso.

A funções na carreira bancária envolvem atendimento ao público, comercialização de produtos e serviços e realização de atividades administrativas.

4. Carreira administrativa

É uma carreira abrangente que possibilita ingresso para quem tem ensino médio ou superior.

O Poder Executivo da União é a principal fonte de vagas para essa carreira, seja no âmbito estadual ou municipal.

Em nível federal, destacam-se órgãos como o INSS, Ministério da Fazenda e IBGE.

As principais funções da carreira estão relacionadas ao exercício de atividades administrativas e logísticas que não exijam formação específica. Pode ou não ter atendimento ao público e, geralmente, boa parte do trabalho é feito frente ao computador.

5. Carreira em Tribunais

Há uma imensidão de oportunidades nesse setor, devido ao grande número de tribunais espalhados pelo país.

Cada estado possui seu próprio Tribunal de Justiça, além do TJ do Distrito Federal. Há cinco Tribunais Regionais Federais, 24 Tribunais Regionais do Trabalho e 27 Tribunais Regionais Eleitorais. Além de tudo, existem os tribunais superiores: STF, STJ, TST, STM e TSE.

O CNJ também entra nessa contagem porque, embora não seja um tribunal, é parte do Poder Judiciário.

O horário de trabalho em tribunais é, em geral, reduzido. Muitos cargos exigem o cumprimento de 6 ou 7 horas de trabalho diariamente.

Há benefícios extras como auxílio saúde (R$ 200.00 a R$ 300,00 mensais) e o recesso forense de 20 dias, que não se confundem com o período de férias de 30 dias, direito de todo trabalhador.

As funções nos tribunais variam conforme o nível de formação exigido para cada cargo.

Em nível médio, há atendimento ao público, arquivamento de processos e documentos, e apoio técnico administrativo aos diversos setores da administração pública.

Cargos de nível superior envolvem atividades voltadas à legislação, jurisprudência e doutrina, elaboração de pareceres técnicos, atos administrativos e relatórios de naturezas diversas.

Há cargos voltados apenas para quem é bacharel em Direito. Esses cargos exigem análise de processos, pesquisa e análise de legislação, jurisprudência e doutrina, além da elaboração de pareceres jurídicos.

Em qual carreira se encaixa seu perfil?

Essa é a principal pergunta sobre a qual você deve refletir.

O que fizemos aqui foi apresentar um resumo muito breve de cinco possibilidades de carreiras públicas. O passo seguinte deve ser feito por você.

Nesse momento, você certamente deve levar em consideração o salário de cada cargo, afinal, ganhar bem é realmente um fator que torna o serviço mais satisfatório.

Todavia, a base do sucesso profissional e da realização pessoal está em você ter a certeza de que suas obrigações são bem feitas. E para isso, você precisa gostar do que faz!

É preciso levar em conta suas competências, qualidades e ambições pessoais para descobrir se combinam com o serviço que será você vai realizar em um cargo público.

Portanto, pense bem antes de investir em uma carreira. Quando você tomar uma decisão, seja firme e siga em frente. Supere as adversidades e continue o estudo. Quem quer, chega lá!

Deixe um Comentário