(62) 9 9169-3200
3 livros para ler e relaxar sem culpa no feriado - Realiza
em 30 de abril de 2018
  • artigo

Quem faz concurso quer aproveitar cada tempo livre para estudar. Mas, às vezes, o corpo e a mente pedem socorro. Você próprio já deve ter passado por momentos em que não conseguia se concentrar e absorver conteúdo mesmo se esforçando ao máximo.

Isso é completamente normal e acontece porque não se equilibra as coisas. É preciso reservar tempo para o lazer, para a diversão e para o descanso.

A gente já sabe disso, né? Tanta gente a fala que essa frase já se tornou cansativa.

Mas, sejamos realistas. É difícil encontrar quem, de fato, coloca isso em prática.

O que concurseiro quer mesmo é aproveitar o feriado para colocar o conteúdo em dia. Contudo, às vezes, a gente cede e acaba indo assistir a um filme ou ler um livro – e está tudo bem fazer isso, de vez em quando!

Para aliviar o sentimento de culpa – sempre presente quando a sensação de dever é mais forte – nós separamos 3 obras de leitura fácil e apropriada para relaxar sua mente e, ainda, servir de inspiração e motivação, sem desviá-lo do objetivo de passar em um concurso público, especialmente para carreiras policiais.

 

1. O Ócio Criativo, de Domenico De Masi

 

O futuro do trabalho está marcado pelo equilíbrio entre estudo e lazer. Essa é a tese principal do livro, que pode ajudar você a descobrir um perfil social e mental diferente do modelo rígido que a gente acredita ser o melhor para ter sucesso nos nossos projetos.

Para De Masi, alegria, satisfação pessoal e profissional aumentam a produtividade e, por isso, devem receber investimentos, seja a nível particular ou a nível empresarial.

Ócio e preguiça distinguem-se nesse livro. O ócio voltado à criatividade aproveita os momentos de lazer para exercer o que o autor chama de liberdade de pensamento.

A partir da análise de eventos reais, De Masi afirma que essa liberdade inclina o sujeito para a criação de ideias, conceitos e tecnologias realmente significantes que não poderiam ser alcançados de outra maneira além dessa.

A leitura é interessante e vai ajudar você a percorrer seus objetivos de maneira mais leve.

 

2. Sniper Americano, de Chris Kyle com Scott McEwen e Jim DeFelice

 

De peão de rodeio a melhor atirador da história dos EUA. Essa é a história narrada pela autobiografia denominada “Sniper Americano”.

Dedicação, superação, sacrifício e coragem são alguns dos valores descritos por Chris Kyle em situações reais vividas por ele durante a Guerra ao Terror.

Kyle enfrentou a pobreza e dificuldades familiares até encontrar no militarismo sua verdadeira vocação.

Essa obra é ideal para você entender com grande detalhe a formação e treino dos SEALs, bem como as batalhas, estratégias e armamentos utilizados por eles durante a guerra.

 

3. A arte da guerra”, de Sun Tzu

 

Essa obra fala sobre disciplina e estratégia.

Tenha em mente que passar em concurso público se assemelha a vencer uma guerra. Repare, por exemplo, na seguinte frase, extraída do livro:

“O guerreiro hábil põe-se numa posição que torna a derrota impossível e NÃO perde a oportunidade de aniquilar o inimigo”.

Há muitos relatos de pessoas que, baseados nessa citação, passam a entender melhor que procrastinação, preguiça, dispersão e falta de planejamento são inimigos que devem ser aniquilados.

Fazer essa identificação é necessária para ir um passo adiante, quando será possível aplicar as estratégias apontadas por Sun Tzu para obter êxito tanto na elaboração de metas quanto no cumprimento delas.

Legal, né?

 

E você? Já leu algum desses livros? Tem sugestões de outras obras que ajudam você a relaxar em dias conturbados? Responda aqui no blog ou no facebook e compartilhe suas experiências!

 

Deixe um Comentário